Destaque CCJ

10º PRÊMIO CINECLUBE JACAREÍ - CORVO DE GESSO 2017



FINAL DAS INSCRIÇÕES: 20 DE JULHO DE 2017

FAÇA SUA INSCRIÇÃO CLICANDO NOS LINKS ABAIXO:

FICHA DE INSCRIÇÃO (Clique Aqui)

REGULAMENTO (Clique Aqui)


-CURTA E SIGA O CINECLUBE JACAREÍ E CORVO DE GESSO NAS REDES SOCIAIS:

https://www.facebook.com/CineclubeJacarei/

https://www.facebook.com/CorvoDeGesso/

https://www.youtube.com/user/cineclubejacarei


-Saiba sobre o Cineclube Jacareí

cineclubejacarei@gmail.com

O projeto Cineclube Jacareí existe desde 2007. Com cinco anos de existência, tem uma missão nesta cidade. O dever de repartir com as pessoas o desejo de ver, informar-se e aprender sobre filmes e o cinema.

O inovador projeto Cineclube Jacareí atinge esse ano mais de cento e oitenta sessões do "Cinema de 5ª". Mostrando filmes independentes de cineastas locais e do Brasil. Preparou e entregou mais de cinqüenta estatuetas nas edições do anual "Prêmio Corvo de Gesso". Além de ter produzido centenas de filmes através da "Corvo Produções".

O projeto Cineclube Jacareí é pioneiro na região do Vale do Paraíba. Único grupo de trabalho que realiza a tríplice função no movimento audiovisual: produzir, exibir e premiar os filmes amadores, independentes e feitos em casa. Continuaremos a desfrutar dessa arte.



12 de nov de 2012

184ª Exibição - 18 de outubro de 2012

Esta sessão do CINEMA DE 5ª, foi para manter o clima TRASH do mês. Vamos direto ao assunto: “Café Pelão” (Dir. Vini Trash) – genericamente falando, é uma paródia aos comerciais de café, que nos remete de volta aos velhos tempos, em que assistimos as Sessões da Tarde, em que víamos este tipo de “reclame”, e com direito a eco reverberado.

“Corrida Maluca” (Dir. Viviane di Fátima) – é uma filmagem em celular, onde carrinhos com controle remoto disputam uma incrível corrida veloz e barulhenta, num fundo de um quintal qualquer. No detalhe: muita gente reclamou sobre o ronco incrivelmente estridente dos motores.

“Rebrincando Com Fogo” (Dir. Níkolas Araújo) – um curta-metragem feito em homenagem a outro curta-metragem, ganhador da categoria “No Ar” do Corvo de Gesso 2010 (em conseqüência disso, se tornou um vídeo genericão), chamado “Brincando Com Fogo” (Dir. Sergio Nogueira), em que o garoto Níkolas, faz inúmeras acrobacias e malabarismos com a chama de um isqueiro. Ria se puder!

“Necrochorume” (Dir. Geisla Fernandes) – curiosamente esta palavra que leva o título do filme, explica que o seu significado é o líquido proveniente da decomposição dos corpos no cemitério, que vai para o lençol freático e se mistura com a água destinada ao consumo humano, e com isso, transformava os habitantes e visitantes de Águas Claras, aos poucos, em zumbis.

No debate, alguns disseram que a trilha sonora, quando o anti-herói se transformava no morto-vivo, depois de bater o beiço numa gororoba de arroz papa, não era tão condizente com o momento, mas o desenrolar do roteiro, foi para mostrar o quanto deve ser existencialmente cruel, esta mutação, especialmente quando vê sua namorada sendo devorada pelo outro da mesma espécie.

Este curta-metragem teve como objetivo em denunciar como que o poder público e o setor privado brasileiro, não têm nenhum critério para construir cemitérios, que chega ao número de mais de 90% deles serem de forma irregular, podendo gerar epidemias de várias doenças contagiosas.

“O Império das Formigas (Empire of the Ants)” (Dir. Bert I. Gordon) – clássico longa-metragem trash dos anos 70 mostra um grupo de turistas interessados num loteamento de veraneio, no litoral norte-americano, visitam este local, enquanto isso, formigas ficam expostas a material radioativo, se tornando gigantes e despertando um incrível instinto assassino contra os seres humanos.

Este grupo começa a ser atacados por elas e inicia-se uma perseguição implacável, até o final da película. As cenas em que os insetos viam os humanos e quando elas apareciam para eles, é uma técnica totalmente ultrapassada, tornando-se muito engraçado, principalmente quando elas começam a gritar para causar tensão ao espectador.

Além dos “defeitos especiais”, que não sabemos como que causava impacto na época, o roteiro, cheio de diálogos e situações horríveis, tem um desfecho que não tem nem pé e nem cabeça. Tenha coragem para conferir!

Veja quem vão saborear os gostosos pastéis do “Pastel Correia”: Gabriel A. S. Silva, Kaique Miguel S. Santos e Andressa Decarla. É isso aí! Até mais!