Destaque CCJ

10º PRÊMIO CINECLUBE JACAREÍ - CORVO DE GESSO 2017



FINAL DAS INSCRIÇÕES: 20 DE JULHO DE 2017

FAÇA SUA INSCRIÇÃO CLICANDO NOS LINKS ABAIXO:

FICHA DE INSCRIÇÃO (Clique Aqui)

REGULAMENTO (Clique Aqui)


-CURTA E SIGA O CINECLUBE JACAREÍ E CORVO DE GESSO NAS REDES SOCIAIS:

https://www.facebook.com/CineclubeJacarei/

https://www.facebook.com/CorvoDeGesso/

https://www.youtube.com/user/cineclubejacarei


-Saiba sobre o Cineclube Jacareí

cineclubejacarei@gmail.com

O projeto Cineclube Jacareí existe desde 2007. Com cinco anos de existência, tem uma missão nesta cidade. O dever de repartir com as pessoas o desejo de ver, informar-se e aprender sobre filmes e o cinema.

O inovador projeto Cineclube Jacareí atinge esse ano mais de cento e oitenta sessões do "Cinema de 5ª". Mostrando filmes independentes de cineastas locais e do Brasil. Preparou e entregou mais de cinqüenta estatuetas nas edições do anual "Prêmio Corvo de Gesso". Além de ter produzido centenas de filmes através da "Corvo Produções".

O projeto Cineclube Jacareí é pioneiro na região do Vale do Paraíba. Único grupo de trabalho que realiza a tríplice função no movimento audiovisual: produzir, exibir e premiar os filmes amadores, independentes e feitos em casa. Continuaremos a desfrutar dessa arte.



22 de out de 2012

183ª Exibição - 11 de outubro de 2012


A sessão 183 do Cinema de 5ª teve uma modesta presença dos cinéfilos. Mantendo a média de vinte pessoas por sessão (nas quarenta sessões que se realizam neste ano).

Apresentamos o curta Que Droga!? feito pelos alunos no ensino médio do colégio Rezende Rezende.

O filme é sobre entorpecentes mesmo, mas com um olhar bem ingênuo do universo adolescente e o consumo de maconha, cocaína, álcool e todo tipo de bala ilícita. 

O legal do curta é que o recado é direto: É na balada que rapazes e meninas são levados para o “mau caminho”. Fora a mensagem de que freqüentar o colégio também não é mais divertido que sair de balada, embutida no diálogo dos jovens.

Depois veio o curta Show de Calouros – Uma Triste Canção, produzida por Elias Pacheco. É uma humilde animação com musica parodiando a infelicidade dos candidatos ao abacaxi.

Destaque para a câmera ginecológica nas dançarinas do programa e o detalhe do solo de guitarra do candidato. Que foi bem votado, diga-se de passagem.

Outra animação, já mais sofisticada, é a do Phil A Pescaria. Produção de Ilson Junior que compõe a série realizada pelo grupo Singularidade. Trabalho bacana de acabamento e de proposta.

A noite foi concluída com mais duas animações que compõem o programa “Pontos Mis”. Um movimento da Fundação Cultural de Jacareí José Maria de Abreu e o Museu da Imagem e do Som de São Paulo para desaguar uma seleção de curtas e longas metragens.

Esta promoção beneficia espaços alternativos de exibição como o do Cineclube Jacareí. Que põe em prática o acesso ao cinema e a formação de público.

Exibimos Desentralha S. A., de Maurício Castaño. A história de dois irmãos obrigados pela mãe a desaparecer com o desenho que fizeram na parede do quarto... Estrondosa e bem infantil o filme usa o melhor do bom humor para resolver as encrencas das crinaças.

Depois veio o longa A Profecia Dos Sapos, de Jacques-Rémy Girerd. Animais confinados numa “arca de Noé” representam em suas personagens os tipos caricatos da sociedade, e que precisam conviver até acharem a solução do problema juntos e voltar para casa.

Acompanhando nossa seção tivemos Ana Maturano, que levou o prêmio salivante pastel com guaraná oferecido pela pastelaria mais generosa de Jacareí: Pastel Correia.