Destaque CCJ

10º PRÊMIO CINECLUBE JACAREÍ - CORVO DE GESSO 2017



FINAL DAS INSCRIÇÕES: 20 DE JULHO DE 2017

FAÇA SUA INSCRIÇÃO CLICANDO NOS LINKS ABAIXO:

FICHA DE INSCRIÇÃO (Clique Aqui)

REGULAMENTO (Clique Aqui)


-CURTA E SIGA O CINECLUBE JACAREÍ E CORVO DE GESSO NAS REDES SOCIAIS:

https://www.facebook.com/CineclubeJacarei/

https://www.facebook.com/CorvoDeGesso/

https://www.youtube.com/user/cineclubejacarei


-Saiba sobre o Cineclube Jacareí

cineclubejacarei@gmail.com

O projeto Cineclube Jacareí existe desde 2007. Com cinco anos de existência, tem uma missão nesta cidade. O dever de repartir com as pessoas o desejo de ver, informar-se e aprender sobre filmes e o cinema.

O inovador projeto Cineclube Jacareí atinge esse ano mais de cento e oitenta sessões do "Cinema de 5ª". Mostrando filmes independentes de cineastas locais e do Brasil. Preparou e entregou mais de cinqüenta estatuetas nas edições do anual "Prêmio Corvo de Gesso". Além de ter produzido centenas de filmes através da "Corvo Produções".

O projeto Cineclube Jacareí é pioneiro na região do Vale do Paraíba. Único grupo de trabalho que realiza a tríplice função no movimento audiovisual: produzir, exibir e premiar os filmes amadores, independentes e feitos em casa. Continuaremos a desfrutar dessa arte.



17 de out de 2012

181ª Exibição – 27 de setembro de 2012

A sessão diretores com Brian De Palma – esse cara dirigiu filmes do tipo Scarface, Os Intocáveis e Missão Impossível – teve precedido do filme Carrie, A Estranha um curta sinistro que conta a História de Lia. E a viagem visual KALE id’osc OPIO.
KALE id’osc OPIO é dos mesmos produtores de Madalenas e surgiu a partir de sobras de imagens deste curta. São takes não utilizados em Madalenas que se tornaram esta obra entorpecente, na opinião do público presente.

História de Lia é bem legal e exemplifica a situação de um monte de gente que passou pela infância o que não deveria. Aí, quando vai chegando à vida adulta continua a viver desavisado e do jeito que não deveria. Até se tornar o mostro Lia.

Al Pacino, Michele Pfeiffer, Kevin Costner, Sean Connery, Robert De Niro, Tom Cruise fazem parte da lista dos dirigidos por Brian De Palma, o diretor de Carrie, A Estranha.
O filme é ótimo para sacarmos quanto a hipocrisia clama por ignorância e como tudo isso apodrece as pessoas boas tanto quanto aquelas que já nascem apodrecidas. Amolda o convívio social para os “espertos” se excitarem com a perturbação da paz e da ordem. E o desejo de se estrepar por não estar preparado para o caos.

Escrita por Stephen King, Carrie White é uma guria que tem a alma semi devorada pela mãe abandonada pelo marido que não agüentou mais as chatices da mulher. No colégio Carrie é zoada diariamente até o dia em que a fúria e o ódio lhe dão poderes para se tornar uma pessoa estranha e com sangue da raiva nos olhos. Sobra até pra mãe.

Com noventa e oito minutos de duração o longa de mais de vinte e cinco anos de idade impressiona pelo conteúdo extraído da história original reinventada pelo diretor. E comparada como melhor a versão filmada por Brian De Palma.

Soteados pizza e pastel para matar a fome dos cínéfilos, e as ganhadoras foram Yolanda Domiciano e Eliane Pinheiro. Que delícia!