Destaque CCJ

10º PRÊMIO CINECLUBE JACAREÍ - CORVO DE GESSO 2017



FINAL DAS INSCRIÇÕES: 20 DE JULHO DE 2017

FAÇA SUA INSCRIÇÃO CLICANDO NOS LINKS ABAIXO:

FICHA DE INSCRIÇÃO (Clique Aqui)

REGULAMENTO (Clique Aqui)


-CURTA E SIGA O CINECLUBE JACAREÍ E CORVO DE GESSO NAS REDES SOCIAIS:

https://www.facebook.com/CineclubeJacarei/

https://www.facebook.com/CorvoDeGesso/

https://www.youtube.com/user/cineclubejacarei


-Saiba sobre o Cineclube Jacareí

cineclubejacarei@gmail.com

O projeto Cineclube Jacareí existe desde 2007. Com cinco anos de existência, tem uma missão nesta cidade. O dever de repartir com as pessoas o desejo de ver, informar-se e aprender sobre filmes e o cinema.

O inovador projeto Cineclube Jacareí atinge esse ano mais de cento e oitenta sessões do "Cinema de 5ª". Mostrando filmes independentes de cineastas locais e do Brasil. Preparou e entregou mais de cinqüenta estatuetas nas edições do anual "Prêmio Corvo de Gesso". Além de ter produzido centenas de filmes através da "Corvo Produções".

O projeto Cineclube Jacareí é pioneiro na região do Vale do Paraíba. Único grupo de trabalho que realiza a tríplice função no movimento audiovisual: produzir, exibir e premiar os filmes amadores, independentes e feitos em casa. Continuaremos a desfrutar dessa arte.



27 de mai de 2008

Biografia - Sydney Pollack


Nascido em 1 º de julho de 1934, em Lafayette, Indiana, Sydney Pollack era o mais velho de três filhos de David Pollack, um ex-pugilista profissional que depois se tornou farmacêutico, e Rebecca Miller, uma dona de casa alcoólatra, que morreu aos 37 anos, quando Pollack tinha apenas 16.
Apesar da vontade do pai, que queria vê-lo dentista, Pollack se mudou para Nova York, após se graduar na escola secundária para se tornar ator.
De 1952 a 1954, ele estudou com Sanford Meisner, na Neighborhood Playhouse School of the Theatre. Precoce, logo passou a assistente do professor.
Ele serviu durante dois anos no Exército, e quando voltou a Neighborhood Playhouse continuou a dar aulas. Em 1958, casou-se Claire Griswold. Eles tiveram três filhos: Steven Pollack, Rebecca Pollack e Rachel Pollack. Seu único filho morreu em um acidente aéreo em 1993.

Sydney Pollack começou sua carreira no teatro, e ganhou fama como diretor de TV na década de 60. Sua estréia como ator aconteceu em 1962 no filme "Obsessão de Matar", ao lado de Robert Redforfd. Eles trabalharam juntos em seis filmes, o de maior sucesso é “Entre dois amores”, que rendeu a Pollack o Oscar de melhor direção. O diretor e ator ainda provaria seu talento com a comédia “Tootsie”(1982), quando ele trouxe a público questões feministas. O filme recebeu dez indicações ao Oscar.
Pollack também fez sucesso na produção dos filmes “O talentoso Mr. Ripley” (1999) e “Cold mountain” (2003).
De volta ao posto de diretor, Pollack dirigiu “A Intérprete” (2005), primeiro filme a gravar cenas na sede das Nações Unidas.

Em agosto do ano passado, o diretor apresentou os primeiros sinais de que tinha câncer enquanto dirigia um filme para a TV HBO. Ele se retirou do projeto por razões de saúde.
Sydney Pollack morreu, nesta segunda-feira (26), aos 73 anos, vítima da doença, em sua casa na Califórnia. Ele deixa mulher e duas filhas.


Filmografia como diretor

“Uma vida em suspense” (1965)
“Esta mulher é proibida” (1966)
“Revanche Selavagem” (1968)
“Enigma de uma vida” (1968)
“A defesa do castelo” (1969)
“A noite dos desesperados” (1969)
“Mais Forte que a vingança” (1972)
“Nosso amor de ontem” (1973)
“Três dias de condor” (1975)
“Operação Yakuza” (1975)
“Bobby Deerfield” (1977)
“O cavaleiro elétrico” (1979)
“Ausência de malícia” (1981)
“Tootsie” (1982)
“Entre dois amores” (1985)
“Havana” (1990)
“A firma” (1993)
“Sabrina” (1995)
“Destinos cruzados” (1999)
“Esboços de Frank Gehry” (2005)
“A intérprete” (2005)


Filmografia como produtor

“Susie e os Baker Boys” (1989)
“Acima de qualquer suspeita” (1990)
“Razão e sensibilidade” (1995)
“De caso com o acaso” (1998)
“O talentoso Mr. Ripley” (1999)
“Iris” (2001)
“O Americano tranqüilo” (2002)
“Could mountain” (2003)
“Invasão de domicílio” (2006)
“Conduta de Risco” (2007)


Filmografia como ator

“Obsessão de matar” (1962)
“Tootsie” (1982)
“Maridos e esposas” (1992)
“A qualquer preço” (1998)
“De olhos bem fechados” (1999)
“Will & Grace” (2000)
“Fora de controle” (2002)
“One six right” (2005)
“A intéprete” (2005)
“Avenue Montaigne” (2006)
“Os sopranos” (2007)
“Conduta de risco” (2007)
“Entourage” (2007)
“O melhor amigo da noiva” (2008)




Diretor Sydney Pollack morre aos 73 anos

O diretor, produtor e ator Sydney Pollack morreu de câncer, aos 73 anos, informou, nesta segunda-feira (26), o assessor do diretor Leslee Dart.
Segundo o assessor, o diretor morreu em sua casa, em Pacific Palisades, na Califórnia, ao lado da família. Ele deixa mulher e duas filhas.
A doença de Pollack chamou a atenção do público em agosto de 2007, quando ele, então diretor de um filme para a TV HBO, se retirou do projeto por razões de saúde não divulgadas.

O grande sucesso do diretor é o filme "Entre dois amores" (1985), com Robert Redford e Meryl Streep. Com o filme, Pollack recebeu o Oscar de melhor direção em 1986. O longa ainda levou mais seis estatuetas.
Pollack também dirigiu a comédia "Tootsie" (1982), protagonizada por Dustin Hoffman, e o romântico "Nosso amor de ontem" (1973), com Robert Redford e Barbra Streisand.
Nas décadas de 80 e 90, Pollack também produziu diversos filmes. Entre eles, "O talentoso Mr. Ripley" (1999) e "Razão e sensibilidade" (1995). Após um longo período fora da direção, Pollack retomou a função em 2005 com "A intérprete", estrelado por Nicole Kidman. Dois anos depois, Pollack esteve, como ator, ao lado do ator George Clooney no thriller "Conduta de Risco". Atualmente, Pollack pode ser visto nos cinemas na comédia "O melhor amigo da noiva" (2008). Outros filmes do diretor são "A noite dos desesperados" (1969), "Três dias de condor" (1975), "Operação Yakuza" (1975), "A firma" (1993) e "Destinos cruzados" (1999).



23 de mai de 2008

Pirataria!

Vinheta da Trintaeum filmes sobre o caótico e perigoso mundo da pirataria e downloads ilegais.

Hercules II (trailer)

Trailer do filme que é o segundo e ultimo capitulo da saga de Hercules - Violencia e crimes de alta periculosidade.

Hercules (Trailer)

Trailer do filme "Hercules: Violencia e crimes de alta periculosidade Pt.1"

Erick, Bruno & Jonas

Teaser do novo seriado que está sendo produzido pela trintaeum filmes

http://www.trintaeumfilmes.blogspot.com

Nova enquete - Julho/2008

Nova enquete na comunidade Cineclube Jacareí para escolher a programação da sessão diretores do mês de Julho.

Participem e deixe seu comentário:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=35502426

Visite nosso Perfil:
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=5321828313190444552

A Menina da Escada

Um curta de terror dirigido por Fred Albano Pereira e produzido pelo Cineclube Jacareí



Reparem o gritinho do final.
Engraçado!

he he!

Curta Agora

CONHEÇA O CURTAGORA
O site Curtagora é uma iniciativa cultural da Interrogação Filmes em parceria com a ONG Mnemocine com o objetivo de levantar dados sobre a produção audiovisual nacional nos formatos de curta e média metragem durante os últimos 20 anos.

O Curtagora conta com uma base de informações de 4000 filmes cadastrados, onde é possível consultar títulos, sinopses e fichas técnicas, dar o seu voto, escrever comentários, ver fotos, assistir trailers e filmes online, indicar filmes para amigos, pesquisar filmografias ... enfim, diversos recursos que fazem do Curtagora o espaço do audiovisual brasileiro na Internet.

Serviços agregados como Apoios a Mostras e Festivais, Curtagora Livros, Curtagora Cursos e Curtagora Parcerias complementam nosso compromisso com a ampliação da formação e reconhecimento do audiovisual nacional.


O Cereal Killer no Curta Agora
http://www.curtagora.com/filmografia.asp?Profissional=CINECLUBE%20JACAREI

"Um Pânico Muito Louco"

Olha o que acontece quando você chama um Pânico de EMO!!!



Robert Rodriguez e Quentin Tarantino

Robert Rodriguez nasceu e foi criado no Texas,USA. Bem jovem mostrou ineresse em desenhos animados e filmagem, onde empreendeu grande parte de seu tempo, no que resultou em fazer filmes, e o primeiro El Mariachi o tornou em uma lenda de filmes de baixo orçamento. Sua carreira acabou sendo o sonho de qualquer diretor...

Estudou na Faculdade de St. Anthonio e na Faculdade do Texas.

Primo do ator Danny Trejo. Frequentemente trabalha com Antonio Banderas,Salma Hayek,Cheech Marin e Danny Trejo.

É famosíssmo em fimes de baixo orçamento.Seu fime mais caro custou $35.000, mas a maioria custa na faixa de $20.000 ou menos.



Em Janeiro de 1991 o filme Cães de Aluguel fez a festa no Festival de Sundance. O roteirista e diretor era o calouro com o nome de Quentin Tarantino. O filme foi aclamado pela crítica e seu diretor se tornou uma lenda na Inglaterra.

Três anos depois lançou o não menos famoso Pulp Fiction, que foi indicado ao Oscar de melhor filme, de melhor direção e o de melhor roteiro original, sendo vencedor deste último.

Em 95 ele dirigiu o quarto dos "Four roons" com seus amigos Alexandre Rockwell, Robert Rodriguez, and Allison Anders. O filme foi lançado no dia de Natal e foi muito fraco nas pesquisas. Seu próximo filme foi Um drink no Inferno( From Dusk Till Dawn) sobre um bar de vampiros, com George Clooney.

Em 97 foi processado por Don Murphy por $5,000,000 , depois de uma briga em um restaurante.

É um grande fã dos Three Stooges.

22 de mai de 2008

Planeta Terror


O casal de médicos William (Josh Brolin) e Dakota Block (Marley Shelton) é surpreendido no hospital por uma multidão de homens e mulheres cheios de feridas e mutilações, que vagam com um suspeito olhar perdido. Entre eles está Cherry (Rose McGowan), uma dançarina de boate cuja perna foi arrancada num ataque noturno. Com uma metralhadora no lugar da perna decepada, ela vai liderar, acompanhada por El Wray (Freddy Rodríguez), um exército de inválidos assassinos.


E aí, gostou de Jacktown Chan?
Add ele no seu Orkut
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=12759207170977879564

Acesse também a comunidade "Jacktown Chan"
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=51421693

Jacktown Chan - Capítulo 3: O Treinamento nas Pedras Sagradas


Sinopse:
Depois de aprender a técnica do Pulo do Macaco Prego, é hora de por em prática a habilidade aprendida em treinamento.
Jacktown Chan vai ate as Pedras Sagradas em um treinamento que exige agilidade e rapidez em um lugar cheio de perigo e obstáculos.

Quem é Jacktown Chan?

Por Vini

Jacktown Chan nasceu de uma brincadeira, fazendo uma paródia em cima de Jackie Chan e Jacktown (como nós chamamos Jacareí), e surgiu a ideia de fazer uma série em cima disso.
No dia filmamos com celular só pra enche linguiça, não tinha nada pra faze mesmo.

he he he.

Veja o vídeo de Jacktown Chan - A Cochada Surpresa

Jacktown Chan - Episódio Piloto

Alfred Hitchcock

Filho de William Hitchcock e sua mulher Emma, Alfred Hitchcock nasceu em 13 de agosto de 1899 e foi criado rigidamente como católico, tendo estudado em um colégio regido por jesuítas. Seu interesse pela Sétima Arte veio em 1915, junto com o seu primeiro emprego fora da família, na Henley Telegraph and Cable Company.
......Em 1920, Hitchcock ficou sabendo que Lasky abriria um estúdio em Londres e se assegurou para que conseguisse o emprego de designer de títulos. Pelos próximos dois anos ele foi o responsável por criar todos os títulos dos filmes do estúdio. Em 1923 veio a sua primeira chance de dirigir um filme quando o diretor de "Always Tell Your Wife" Hugh Croise ficou doente. Hitchcock terminou o filme mas seu trabalho não foi creditado. Impressionados com o excelente trabalho no filme, o estúdio acabou contratando o diretor para "Number 13", mas antes que o filme pudesse ser finalizado o estúdio fechou suas operações britânicas. Foi então contratado como diretor-assistente por Michael Balcon para empresa que seria conhecida como Gainsborough Pictures. Na verdade ele fez muito mais do que isso, trabalhando como roteirista, designer de título e diretor de arte. Depois de muitos trabalhos para a companhia, ele teve em 1925 a chance de dirigir seu primeiro filme, uma co-produção entre Inglaterra e a Alemanha chamada "The Pleasent Garden". Sua carreira de diretor renomado estava apenas começando. O suspense só foi integrar suas obras a partir de seu próximo filme "O Inimigo das Loiras" (The Lodger) em 1926, gênero que o diretor nunca mais abandonou. No mesmo ano ele se casou com Alma Reville com quem teve uma filha, Patricia Hitchcock. O diretor acabou sendo eleito um dos melhores de todos os tempos, sem mesmo nunca ter ganho um Oscar, fato considerado como sendo uma das maiores injustiças da história da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Alfred Hitchcock veio a falecer em 29 de abril de 1980 devido à falência de seus rins.

FILMOGRAFIA

Trama Macabra (Family Plot, 1976)
Frenesi (Frenzy, 1972)
Topázio (Topaz, 1969)
Cortina Rasgada (Torn Curtain, 1966)
Marnie, Confissões de uma Ladra (Marnie, 1964)
Os Pássaros (The Birds, 1963)
Psicose (Psycho, 1960)
Intriga Internacional (North by Northwest, 1959)
Um Corpo que Cai (Vertigo, 1958)
O Homem Errado (The Wrong Man, 1956)
O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1956)
O Terceiro Tiro (The Trouble with Harry, 1955)
Ladrão de Casaca (To Catch a Thief, 1955)
Janela Indiscreta (Rear Window, 1954)
Disque M para Matar (Dial M for Murder, 1954)
A Tortura do Silêncio (I Confess, 1953)
Pacto Sinistro (Strangers on a Train, 1951)
Pavor nos Bastidores (Stage Fright, 1950)
Sob o Signo de Capricórnio (Under Capricorn, 1949)
Festim Diabólico (Rope, 1948)
Agonia de Amor (The Paradine Case, 1947)
Interlúdio (Notorious, 1946)
Quando Fala o Coração (Spellbound, 1945)
Um Barco e Nove Destinos (Lifeboat, 1944)
Bon Voyage (1944)
A Sombra de uma Dúvida (Shadow of a Doubt, 1943)
Sabotador (Saboteur, 1942)
Suspeita (Suspicion, 1941)
Um Casal do Barulho (Mr. & Mrs. Smith, 1941)
Correspondente Estrangeiro (Foreign Correspondent, 1940)
Rebecca, a Mulher Inesquecível (Rebecca, 1940)
A Estalagem Maldita (Jamaica Inn, 1939)
A Dama Oculta (The Lady Vanishes, 1938)
Jovem e Inocente (Young and Innocent, 1937)
O Marido era o Culpado (Sabotage, 1936)
Agente Secreto (Secret Agent, 1936)
Agente Secreto (Secret Agent, 1936)
O Marido era o Culpado (Sabotage, 1936)
Os 39 Degraus (The 39 Steps, 1935)
O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1934)
Waltzes from Vienna (1933)
O Mistério do nº 17 (Number Seventeen, 1932)
Rich and Strange (1932)
Mary (1930)
The Skin Game (1931)
Assassinato (Murder!, 1930)
Juno and the Paycock (1930)
An Elastic Affair (1930)
Elstree Calling (1930)
The Manxman (1929)
Chantagem e Confissão (Blackmail, 1929)
Champagne (Champagne, 1928)
A Mulher do Fazendeiro (The Farmer's Wife, 1928)
Downhill (1927)
Easy Virtue (1927)
O Ringue (The Ring, 1927)
O Inimigo das Loiras (The Lodger, 1926)
The Mountain Eagle (1926)
The Pleasure Garden (1925)
Always Tell Your Wife (1923)
Number 13 (1922)

O Massacre da Serra Elétrica e suas sequências

Titulo Original: The Texas Chainsaw Massacre - Part II
Titulo no Brasil: O Massacre da Serra-Elétrica - Parte II
Direção e Roteiro: Tobe Hooper. 1986.
Elenco: Dennis Hooper, Caroline Williams, Bill Johnson, Gunnar Hansen.
Sinopse: Treze anos depois e a família de canibais volta a massacrar inocentes, desta vez em Dallas, às vésperas de uma partida de futebol americano. Um policial em busca de vingança (Dennis Hooper, num dos piores papéis de sua carreira) e uma radialista, se unem para enfrentá-los. De marteladas no cerébro a cabeças decepadas, uma coletânea irônica de cenas violentas e gratuitas. A produção é mais caprichada em relação ao original, mas a fita não tem o mesmo pique do clássico de 1973.




Titulo Original: Leatherface: Texas Chainsaw Massacre III
Titulo no Brasil: Leatherface
Direção e Roteiro: Jeff Burr. 1990.
Elenco: Jennifer Banko, Ron Brooks, Viggo Mortensen.
Sinopse: Continuação sofrível, dificil mesmo até de descrever o enredo, se é
que ele realmente existe. Um repórter de TV resolve investigar a famosa "lenda" da família de canibais do Texas e acaba metendo o nariz onde não é convidado. O restante do filme você até já pode imaginar: Leatherface vai aparecer saculejando sua serra elétrica e o carpete de sua sala vai se sujar de sangue novamente. Indicado apenas para os fãs mais ardorosos da série.




Titulo Original: Return of The Texas Chainsaw Massacre
Titulo no Brasil: O Retorno da Serra Elétrica
Direção e Roteiro: Kim Henkel. 1995.
Elenco: Matthew McConaughey, Renné Zellweger, Robert Jacks.
Sinopse: O pior de toda a série, uma sucessão de mortes violentas sem muita explicação, com direito a novos membros na terrível família de canibais. O filme hoje serve apenas para fazer os astros McConaughey (Tempo de Matar e Ed TV) e Zellweger (O Diário de Bridget Jones) morrerem de vergonha do tempo em que aceitavam qualquer quantia para estar numa produção cinematográfica.

O Massacre da Serra Elétrica

Tobe Hooper era um moleque recém saido da Universidade, quando estreou nas telas com este clássico moderno sobre uma família de necrófilos que ataca andarilhos na beira de estrada. O que poucos sabem é que o filme é inspirado num episódio real. Na década de 50, o canibal Ed Gein manufaturava objetos com pedaços de suas vitimas e espalhava os corpos pela sua fazenda, a maioria viajantes desavisados. Gein fez dezenas de vítimas até ser pego pelo FBI.Realizado em 16 mm, a fita fez sucesso com cenas fortes de mutilação e canibalismo, verdadeiras escatologias para o então nascente público do cine de horror. Banido em diversos países, tornou-se um cult instântaneo. No Brasil ficou proibido por mais de uma década, até aparecer em fitas piratas nos idos de 1982. Hooper, anos mais tarde, dirigiria Poltergeist sob a tutela de Steven Spielberg, mas fora este último, nunca mais conseguiu"acertar" a mão em suas obras.

Sinopse:

Estréia de Hooper como diretor. Um grupo de jovens em viagem pelo interior do Texas é atacado por três irmãos, maníacos homicidas e canibais que mantém o avô da família em estado catatônico, alimentando-o de sangue e carne humana. A fita teve uma centenas de imitações e nunca foi liberada no Brasil, tendo seu lançamento oficial apenas em vídeo quase 20 anos depois de ser concebido. Especialmente indicado para quem curte um clima mórbido e possui estômago forte.

Na nossa 24ª sessão, exibimos Dia de Treinamento e nossa produção O Cereal Killer.

Tim Burton

O início de sua carreira artistica foi marcado pela Boa Sorte,mas foi seu talento que o manteve no topo da árvore de Hollywood.
Tim Burton começou a desenhar muito novo,estudou no California Institute of the Arts, estudou animação,e entrou com uma parceria com a DISNEY.
DISNEY deixou -o trabalhar também em projetos pessoais.
Paul Reubens , decidiu que Burton, ainda com seus vinte e poucos anos,seria a pessoa ideal para dirigir seu filme -As grandes aventura de Pee(Wee Pee-wee's Big Adventure). Depois fez Beetle juice, e Batman, que lhe rendeu grande sucesso.
Edward Mãos de Tesoura foi outro hit em sua carreira .
Fez O retorno do Batman, que também fez sucesso.
Tim Burton usa Catherine O'Hara em quase todos os seus filmes.
Sempre se interessou por palhaços, e em seus filmes encontram-se referências à eles.
Sua noiva de 1992-2001, Lisa Marie, retratada como sua musa.
Mora em Ojay, California e New York
Está noivo de Helena Bonham Carter .
Passam grande parte de seu tempo em Paris, França.

22ª Exibição - Sessão Diretores com Tim Burton

Na nossa Sessão Diretores do mês de abril exibimos o "Teaser - O Cereal Killer" e o curta "Revelando Jacareí 2007".
O longa exibido foi "Peixe Grande", um filme de Tim Burton, que foi escolhido pela enquete votada na nossa comunidade do Orkut.

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=35502426

Sinopse:
A história do filme é centrada num homem chamado Edward Bloom (Finney), cuja história é contada a partir do ponto de vista de seu filho, William (Crudup). O garoto pouco sabe sobre a verdadeira vida de seu pai, mas, usando a imaginação, ele começa a montar o quebra-cabeças preenchendo os vazios entre fatos reais e histórias fantásticas de proporções épicas que foram contadas para ele..

The Eye: A Herança

Na 21ª Exibição do Cineclube exibimos "Um Corvo Chamado Willian", e o filme asiático dos irmãos Pang Brothers: "The Eye: A Herança", que acabou tendo sua versão americana nos cinemas.

Sinopse:
Wong Kar Mun (Angelica Lee) é uma jovem chinesa levemente diferente da maioria: ela é cega desde os dois anos de idade. Acostumada ao breu que sempre impregnou sua vida como deficiente visual, ela decide fazer um transplante de córneas, para voltar a enxergar e, conseqüentemente, tornar-se mais independente. Entretanto, ela percebe que voltar a ver o mundo como ele realmente é pode não ser tão animador. Ainda não completamente adaptada à visão, ela enxerga formas e vultos que definitivamente não deveriam estar onde estão. Ela chega à conclusão, logo depois, de que o problema reside nas córneas e parte em busca do doador, ainda que burlando a ética da medicina.

O Incrível Exército de Brancaleone

Na 20ª Exibição do Cineclube Jacareí, exibimos o curta "Pelas Ruas de Jacarehy", em seguida o longa "O Incrível Exército de Brancaleone"

Sinopse:

Em plena Itália do Século XI, o cavaleiro Brancaleone, uma espécie de Don Quixote maltrapilho, forma um exército de quatro miseráveis mortos de fome e parte em direção a um feudo a que julga ter direito. Durante o longo percurso pela Europa da Idade Média, no lombo de um pangaré chamado "Aquilante" (uma referência ao "Rocinante" de Don Quixote), ele vai se defrontar com a peste negra, bruxas e bárbaros de todas as espécies, numa sátira demolidora dos conceitos de honra e coragem sobre os heróis medievais.

21 de mai de 2008

Open The Door - Categoria "No Ar"

Estamos separando curtas por categorias.
veja a nova categoria - No Ar


Open The Door!!!


Ouvre La Porte!!!
Assista "O Cereal Killer":

Teaser


Trailer


Curta

Você já sentiu o mundo da dor?


19ª Exibição

Exibimos a super produção trash do Cineclube Jacareí.
"O Cereal Killer" e em seguida na Sessão Diretores "O Grande Lebowski"




Sinopse de O Grande Lebowski
Ele se chama Jeff Lebowski (Jeff Bridges) mas gosta de ser chamado de O Grande Lebowski. Acha-se o cara mais esperto do pedaço, quando na verdade é um desocupado que gasta o seu tempo ouvindo rock dos anos 60 e jogando boliche. Mas sua vida vai mudar - confundido com um milionário da Califórnia ele se vê envolvido com bandidos da pesada, advogados atrapalhados, detetives, seqüestradores e, como se não bastasse, com a polícia. Com sua vida ameaçada Jeff procura seu amigo Walter (John Goodman), um veterano do Vietnã que irá ajudá-lo com seus métodos paranóicos. Provocando situações engraçadíssimas que mostram como dois amigos simplórios são capazes de complicar qualquer coisa, principalmente suas próprias vidas.
O Cereal Killer

A idéia era fazer um curta trash de 1 minuto mostrando a tipica vida de um Cereal Killer mais ao em vez de assassino em série, um assassino de cereais.
Não teve nenhum roteiro, ao em vez disso um storyboard e a duração acabou indo de 1 minuto a 6 minutos e meio aproximadamente.
Só o making of teve 15 minutos de duração.
Direção: Vinicius J. Santos

O Cereal Killer - A primeira produção!!!

Assista aos curtas por minuto.
Walmeri Ribeiro:

Killers


Pichocose


É tosco, mas é verdade...


Beijo de Cinema

14ª Exibição



Exibimos curtas por minutos da Walmeri Ribeiro
e em seguida eximos o "Saneamento Básico - O Filme", um incentivo pra quem quer fazer um filme trash!!!

he he he!


"Se é pra fazer, melhor fazer bem feito"


Sinopse Saneamento Básico - O Filme

A comunidade da Linha Cristal, uma pequena vila de descendentes de colonos italianos na serra gaúcha, reúne-se para tomar providências sobre a construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Uma comissão é escolhida para pleitear a obra junto à sub-prefeitura.
Após ouvir a reivindicação, a secretária da prefeitura reconhece a legitimidade da solicitação, mas afirma que não dispõe de verbas para obras de saneamento básico até o final do ano. No entanto, a prefeitura tem quase dez mil em verbas para a produção de um vídeo. A verba veio do governo federal e, se não for gasta, terá que ser devolvida.
A comunidade decide então fazer um vídeo sobre a obra. A prefeitura apóia a idéia da realização do vídeo e da utilização da verba para a obra, que seria um absurdo devolver, mas esclarece que, para requerer a verba, a comunidade deve apresentar um roteiro e um projeto do vídeo, e que a verba era necessariamente para obras de ficção.
Os moradores da Linha Cristal passam então a fazer um vídeo de ficção que, segundo interpretações, é um filme de monstro, ambientado nas obras de construção de uma fossa, com o único objetivo de usar a verba para as obras. O que eles não esperavam é que a produção do vídeo fosse se tornando cada vez mais complexa e interessante.

Opinião Pública - As verdades sobre o aquecimento global


Reprisado na 12ª Exibição do Cineclube Jacareí

Pelas Ruas de Jacarehy


Exibido na 16ª sessão do Cineclube Jacareí

Curta produzido por Vinicius J. Santos, mostra como era o passado e como está o presente de Jacareí.

Bloco do Geladinho


Mais um Curta Slide com direção de Vinicius J. Santos, agora mostrando fotos do carnaval do Jardim Jacinto, o Bloco do Geladinho.

Corvo Produções e o mascote


Com o curta do corvo surge a ideia da criação de um mascotinho para o Cineclube e o logo de uma produtora trash.


A Corvo Produções









Assista aos curtas do Willian

Trailer - "Um Corvo Chamado Willian":

"Um Corvo Chamado Willian":

"Samba do Corvo":

"Um Corvo Chamado Willian"


Um Curta Slide

Primeiro curta trash produzido pelo Cineclube Jacareí. A história de um corvo que cai do nada sobre nossas cabeças e nós do Cineclube comovidos com a morte trágica do bichinho seguimos uma jornada para enterra-lo.

Curta feito apenas com fotos (eu o chamo de um Curta Slide)
Direção: Vinicius J. Santos




Debate Cineclube Jacareí - 14ª Exibição



Debate da 14ª Exibição do Cineclube Jacareí que foi realizada no CONTUR (Conselho Municipal de Turismo de Jacareí), uma exibição alternativa fora da Sala Mario, antes disso estavamos com exibições no Cultural Café.

Sorteio


Ganhador do DVD - "Ring: O Chamado"
Sergio Nogueira

Ring - O chamado no Cineclube Jacareí

11ª Exibição do Cineclube Jacareí

Exibimos o curta metragem "Opinião Púbilca - As Verdades Sobre o Aquecimento Global", produzido por estudantes da escola Rezende & Rezende.

Em seguida exibimos o filme "Ring - O Chamado", primeiro filme asiático a passar no Cineclube Jacareí. E ainda sorteamos um DVD original do filme "Ring 2".




Sinopse: Ringu deu origem, no Ocidente, a uma febre de refilmagens de filmes de terror orientais, sobretudo japoneses. Versão original de "O Chamado", que obteve grande sucesso no mundo todo. Fala sobre a maldição que se origina quando uma pessoa assiste a um vídeo maldito.

Joca Faria entrevista Adriano de Oliveira Pinheiro (Março/2008)



1. Quem é você?


R: Sou Adriano de Oliveira Pinheiro, publicitário, funcionário público, presidente do Cineclube Jacareí e representante da Comissão de Audivisual (nomeado dentro do forum cultural realizado com os artistas, juntamente com membros da Fundação Cultural Jacarehy em maio/07).

2. Porque lidar com cinema?


R: O cinema é uma das artes mais apreciadas no mundo (juntamente com a música), pois ela é mais acessível aos sentidos do telespectador; e hoje em dia, devido a evolução tecnológica, também é muito prática, sendo que está em vários formatos como por exemplo em VHS, DVD, TV e INTERNET.

3. Como é a cena cultural de Jacareí?

R: É muito rica. Jacareí tem fama de ser conhecida como "Cidade dos Músicos", por ter revelado para o Brasil e o mundo muitos expoentes musicais (José Maria de Abreu/Jota Domingues/Cry Babies/Jaime Alem/Nair Cândia/Carlos Rocha/Jorjão Carvalho/ Jurim Moreira e muitos outros). O teatro daqui é um dos melhores (se não for o melhor) da região, pois o movimento nesta area é muito intenso, sendo que existem uns 15 grupos em atividade, trabalhando mesmo (Campinas não tem essa quantidade de grupos). Literatura sempre é incluso no mapa cultural do estado (fase final da amostra) em alguma categoria ... que eu me lembre estes são nossos pontos mais fortes. Mas como é na maioria de todos os lugares do Brasil, a cultura não se tem o apoio devido das autoridades (tanto políticas como empresariais) e portanto dentro de nossa cidade temos dificuldade de expor as nossas principais expressões artísticas, e tendo como consequência o exodo para outros locais que deêm mais atenção e oportunidades.

4. Como vê o acesso barato à tecnologia digital?

R: Excelente! Analisando pelo ponto de vista de minha atividade artística, hoje qualquer pessoa que se interesse pela produção de Audiovisual pode fazer vídeos (caseiros) fantásticos com câmeras digitais portáteis ou até mesmo com câmeras de celulares! No Youtube (site de vídeos) está cheio destes tipos de trabalhos.

5. Porque não fazer nascer um longa metragem?

R: Acho que o pessoal da Comissão de Audiovisual está começando passo a passo, a desenvolver as técnicas necessárias para mais tarde se fazer um longa. Está muito cedo ainda. Por isso, optamos em fazer curtas, pois não precisa de grande tempo disponível, dinheiro, recursos, muito adornos de conteúdo, e o trabalho sai mais à contento dentro de nossas condições.

6. Como lida com a cultura pública através da Fundação de Jacarei?

R: É complicado quando se trata de parceirias com o poder público ... é difícil de equalizar os interesses nesse caso. Nunca tem verba para nos ajudar, tem certos impecílios para viabilizar os nossos trabalhos por parte deles, mas a gente vai se conversando .... eu como presidente do Cineclube Jacarei e representante da Comissão de Audiovisual e o resto dos integrantes, pensamos em sempre executarmos nossos trabalhos independente disso. E acho que nós estamos indo muito bem!

7. Qual o papel da Arte nesta contemporaneidade?

R: Educadora, apaziguadora e evolucionista para toda a humanidade.

8. O que há de novo no cinema nacional e internacional?

R: Acho que tanto no cinema nacional como no internacional tem um ponto em comum nisso, que é a globalização. A globalização viabilizou para todos os lugares do mundo acesso, não só em termos tecnológico para se realizar um filme, mas um padrão de linguagem universal para se desenvolver essa arte. Por exemplo: o filme "Cidade de Deus" está tão distante da linguagem cinematográfica dos grandes filmes norte-americanos ou europeus? ... Não ficou devendo nada para ninguém e por isso foi tão aclamado internacionalmente. O cinema iraniano? ... Suas produções estão sendo enormemente reconhecidas! Os filmes de Terror Asiático? ... E uma febre mundial, pois eles são muito originais (talvez para o Ocidente), e sempre Hollywood está fazendo um "remake" desta linha de filmes ...

9. Como lida com outras artes?

R: As outras artes ... bem eu sou cantor e compositor nas horas vagas ... e acho que, como já disse, é difícil de lidar com qualquer tipo de arte no Brasil. Nunca a gente é reconhecido e valorizado como se deve ser. Então, devido a isso, é que eu estou gostando de atuar na arte do Audiovisual, porque acho que o cinema pode englobar todas as artes num mesmo ponto.

10. O social na cultura? Não é populismo?

R: Depende. Se levar pelo lado artístico e esportivo (um filantropismo sincero), penso que é superviável. Agora, se levar pelo lado político e de status pessoal, aí a coisa pode ficar feia! Porque se misturar esses interesses pode não se legitimar a expressão social no que tange ao desenvolvimento verdadeiro da sociedade em questão.

11. Politica para que serve?

R: Serve, não só para viabilizar, como para administrar o que o povo não administra. Mas, hoje estamos vendo que esses lances não estão acontecendo, gerando todo esse caos social que vivemos atualmente ...

12. Considerações finais

R: O Cineclube Jacareí e a Comissão de Audiovisual está de portas abertas para todas as pessoas interessadas em mostrar suas aptidões nesta área (filmagens e produções de vídeos). Quem já tiver feito trabalho em formato documentais ou ficções (curtas ou longas mentragens), entrem em contato com a gente! Para os cinéfilos que quiserem informações da programação do "Cineclube Jacareí" acesse:



Obrigado pela oportunidade e a chance de divulgarmos o nosso trabalho para vocês! Forte Abraço!

Cineclube Jacareí no Vanguarda Mix

25/10/2007 - 7ª Exibição do Cineclube

Exibimos o curta: "Re-Ciclo da Vida", um curta produzido pelos alunos da escola Rezende & Rezende.
Em seguida exibimos o longa: "O Inseto"

Sem conta que Adriano Pinheiro, presidente da comissão de audio visual do Cineclube Jacareí foi entrevistado pela Vanguarda Mix para falar do projeto "Cinema de 5ª".














Veja a matéria completa:

Debate Cineclube Jacareí


Apresentação do Cinema de quinta no Cineclube Jacareí



Matinee - Uma sessão muito louca


Um dos primeiros curtas exibidos no Cineclube Jacareí foi SeboraLê, um curta sobre os sebos, suas histórias e seus frequentadores.
Em seguida foi exibido o longa-metragem: "Matinee - Uma sessão muito louca".

SINOPSE:
Em 1962, na Flórida, diretor de filmes de horror chega para promover seu mais novo sucesso, Mant -O Homem-Formiga. Além da presença da atriz principal, o cineasta traz mais surpresas na sua cartola: um festival de efeitos especiais fora da tela que faz a garotada crer que está no meio da Terceira Guerra Mundial. "Matinée - Uma Sessão Muito Louca", de Joe Dante, é uma produção dos anos 90 que rende homenagem ao gênero, que tem entre seus clássicos insuperáveis "O Mundo em Perigo" ("Them!", de 1954, dirigido por Gordon Douglas)...

Máteria sobre o Cineclube Jacareí (12/09/2007)

Projeto divulga produções independentes

Sabe aqueles filmes que já espantaram muita gente mas que agora, diante dos avanços da computação gráfica, arrancam mais risos que gritos? Eles estão de volta, mas não nas telas dos grandes cinemas.
São uma atração à parte na Sala Mário Lago em Jacareí, dentro do projeto Cinema de 5ª, realizado às quintas-feiras, às 19h, com entrada franca. O projeto é do Cineclube de Jacareí, em parceria com a Fundação Cultural de Jacarehy José Maria de Abreu, e prevê a exibição de filmes 'trash', curtas-metragens e produções independentes e debates com o público após as sessões. Seguindo o caminho inverso da maioria dos projetos de sétima arte, que privilegiam a exibição de clássicos, O Cinema de 5ª -- cujo título é mais uma alusão ao dia da semana do que propriamente à qualidade de produção, inclui na lista filmes 'trash' como O Massacre da Serra Elétrica e A Coisa, além de produções independentes. "Com esse projeto, a Sala Mário Lago aumenta e diversifica a sua programação voltada para o cinema", destaca o presidente da Fundação Cultural de Jacarehy, Luiz Fernando Alves Moreira. Para o funcionário público e cinéfilo Adriano de Oliveira Pinheiro, um dos idealizadores do projeto, a proposta é, além de promover o entretenimento, provocar o lado crítico do espectador e servir de vitrine para produtores independentes. "É uma atração tanto para os cinéfilos quanto para os curiosos", atesta. Um dos desafios do projeto é estimular o público a identificar características, que na maioria das vezes passam despercebidas, como precariedade na filmagem e erros de edição e continuísmo. "Além de efeitos toscos e enredo sem pé nem cabeça. Partimos da diversão para caracterizar e identificar os erros", completa Pinheiro.O professor de História e produtor de vídeo Fábio Monteiro já aderiu ao Cinema de 5ª: "A Fundação Cultural de Jacarehy está de parabéns pela iniciativa. É uma opção cultural para a cidade que permite a discussão de idéias e projetos cinematográficos. É a aproximação do público com o cinema e suas diferentes linguagens". Próxima quinta - O filme A Coisa é a atração desta quinta-feira (13) do projeto Cinema de 5ª. A programação de setembro traz ainda os 'trash' Monty Python (dia 20), Pelo Amor e Pela Morte (dia 27) e os curtas-metragens Seboralê e Catadores.

(Rosana Antunes)